Geralmente, o procedimento associa uma lipoaspiração, oferecendo uma capacidade maior de retração da pele. Por meio de uma incisão, o médico remodela toda a região dos braços e posiciona a cicatriz ao longo do sulco na face interna do braço.

A anestesia utilizada numa braquioplastia é, normalmente, do tipo local com sedação ou geral, conforme a extensão do procedimento.
A cicatriz fica localizada na porção interna do braço, variando conforme a extensão operada. A cicatriz costuma ficar em posição vertical no interior do braço, sendo visível. Entretanto, cada vez mais se escolhe o posicionamento da cicatriz nas axilas, com tamanho médio de 10 centímetros, se possível, de acordo com avaliação técnica minuciosa do cirurgião plástico.
Exercícios com os braços são estimulados logo após a cirurgia. O inchaço presente nas mãos é considerado normal. Qualquer outro exercício deve ser liberado pelo cirurgião plástico.
Na maior parte das vezes, é indicada a utilização de uma cinta para a sustentação do braço durante cerca de 30 dias.